A Nuvem Está Evoluindo Para o XaaS

A Nuvem Está Evoluindo Para o XaaS

Começamos com o mainframe, evoluímos para o modelo cliente-servidor, passamos pela virtualização e agora para a nuvem.

As empresas começaram a adotar o modelo computacional na nuvem já há alguns anos. E aquelas que pensam que nuvem é coisa do futuro já ficaram para trás. A pergunta agora não é mais ” O que é Nuvem? ” E sim ” Como podemos evoluir e aproveitar os benefícios da nuvem ”.

Com o avanço e a modernização das tecnologias e o advento da virtualização e agora cloud computing (computação na nuvem), evoluímos de um modelo de clouding que vai desde a simples contratação de um servidor na nuvem até uma estrutura completa com todos os softwares prontos para usar. Tudo depende do grau de maturidade dos processos da empresa, do ramo de negócio e das necessidades da empresa a serem atendidas.

O que começou como cliente-servidor, virtualização, arquitetura orientada a serviço (SOA), computação distribuída e time-sharing, evoluiu rapidamente para várias formas de cloud computing, começando com Infrastructure-as-a-Service (IaaS), então progredindo para Plataform-as-a-Service (PaaS) e mais recentemente, avançando para Software-as-a-Service (SaaS). Há mais estágios intermediários nesta evolução como, Management-as-a-Service (MaaS) e Business Process-as-a-Service (BPaaS).

Entendendo os conceitos

  •  MaaS – Começa fornecendo segurança, políticas de gerenciamento, autenticação, recuperação de desastre, cobrança, provisionamento, planejamento da capacidade e gerenciamento dos sistemas.

  • IaaS – Provê hardware incluindo processamento, armazenamento e rede para o cliente, enquanto provê o cliente com a capacidade de instalar e rodar ambos sistema operacional e aplicações nos recursos provisionados.

  • PaaS – Vai além do IaaS. Alguns passos além de provisionamento de recursos de computação de hardware, sistemas operacionais e suas plataformas e ferramentas, dando ao cliente a capacidade de implantar e executar aplicativos criados ou adquiridos usando linguagens de programação e as ferramentas provisionadas.

  • SaaS – A extensão do PaaS, permitindo aos clientes prover seus softwares comerciais customizados em cima dos recursos computacionais, sistemas operacionais, plataformas e ferramentas.

  • BPaaS – Permitiu aos provedores de clouding a prestação de serviços de processos de negócios horizontal e vertical, usando o SaaS, construído sobre o PaaS, IaaS e MaaS.

Pirâmide da Nuvem

O que virá depois?

E agora ficam as perguntas: “O que virá depois? ” “Para onde estamos caminhando?”.

O próximo passo para a evolução é mover um segmento de mercado ou uma divisão inteira de uma empresa para dentro da nuvem, na forma de Business-as-a-Service (BaaS). É um conjunto integrado de serviços que serão fornecidos para os clientes através de atividades correlacionadas e colaborativas para atingir um determinado objetivo da empresa.

Os serviços de negócios abrangentes (fornecidos como SaaS) serão orquestrados (como BPaaS), gerenciados e monitorados (como MaaS), executados (como PaaS) e armazenados (como IaaS), tudo na nuvem. Este conceito de Business-as-a-Service (BaaS), permitirá aos usuários finais e parceiros executar e monitorar remotamente todo o negócio direto na nuvem e permitirá aos CxOS focarem em seus negócios chaves.

Usar BaaS, significa que os fornecedores não somente hospedarão suas soluções de software em suas infraestruturas em nome de uma organização, mas também farão parte do gerenciamento dos negócios para garantir que os objetivos sejam atingidos. Mercado Livre e Uber são exemplos de BaaS.

Para algumas empresas BaaS já é uma realidade, mas sabemos que para outras, ou outros segmentos de mercado, isto levará um tempo para ser absorvido.

Sem normas em vigor, a qualidade da transparência e da gestão do serviço será questionável. A segurança dos dados, processos e aplicações será outra preocupação devido à falta de maturidade das políticas e padrões de segurança da nuvem. Finalmente, há uma falta de governança em cloud computing, com consistência de dados, integração, gestão de políticas e supervisão ainda na sua infância. No entanto, nenhum destes empecilhos são intransponíveis, e estes problemas vão desaparecer.

Evoluindo para o XaaS

Depois, só o tempo dirá, mas podemos imaginar que a evolução do BaaS poderá ser o que chamamos de XaaS, ou All-as-a-Service – tudo na nuvem – incluindo machine learning e big-data.

Com certeza, assim como muitas startups nasceram e cresceram dentro da nuvem, e estão moldando o seu futuro, logo teremos outros setores de mercados evoluindo para ela. Fatores como velocidade de resposta ao cliente, agilidade nos processos, melhor adaptação de crescimento, flexibilidade, trabalho colaborativo, entre outros, vão contribuir para a sua evolução.


Leave a Reply

Entre em contato

Endereço
São José do Rio Preto-SP

Horário
Segunda—Sexta: 8:00–18:00
Sábado: 08:00–12:00

E-mail

contato@acction.com.br

Urgência e Emergência

(17) 98118-6432

(17) 99741-5185

 

Busca

WhatsApp chat